Contador de visitas

Contador de visitas

domingo, 16 de junho de 2013

A gente nasce.
A vida nos apresenta situações, pessoas, lugares. Nos faz amigos, bons, caridosos, ouvintes e mesmo com tantas qualidades os defeitos nos acompanham.
A gente cresce.

A vida continua a nos apresentar situações, pessoas e lugares, que nos marcam, nos incentivam, nos fazem refletir.
O tempo passa, a gente amadurece e cresce... mais...

A gente deposita confiança, amizade, carinho, amor. Faz de tudo: o possível e... o possível!!! Acredita, confia, se decepciona, mas volta a confiar a acreditar, a depositar confiança.
O crescimento continua a acontecer. E eu me pergunto neste momento se realmente é um crescimento...
E ai, longos 15 anos depois você descobre que nascer, conhecer, ter qualidades, defeitos, confiar, acreditar, depositar confiança e crescer, não é suficiente para que as pessoas sintam o mesmo por você, te considerem...

Mas ai, depois de 15 anos, você descobre que tudo isso de muito pesado, foi justamente pra saber o que é que realmente vale a pena.

O que vale a pena pra você?

quinta-feira, 28 de março de 2013

Saber (Camila de Jesus)

Não sei quem sou.
Sei que estou, quem fui, quem estou sendo e quem pretendo ser.
Não sei quem sou, pra onde vou e onde quero chegar.
Não sei quem sou, porque sou, para que estou.

Não sei se sei ou se sei e não sei que sei.
Sei que não sei o saber que quero saber.
Viver o presente
Lembrar o passado
Planejar o futuro e voltar ao passado, mas vivendo o presente.
Momentear o instante, viver a realidade, refazê-la, sempre que der saudade.

Sei...
Sei que não sei o que sei...
Mas eu sei mesmo não sabendo,
somente vivendo e lembrando e querendo voltar
àquilo que não sei se sei...

terça-feira, 12 de março de 2013

O surto (Camila de Jesus)

As pessoas surtam porque
não observam,
não ouvem,
não veem.

As pessoas surtam porque
se fecham,
se batem,
se isolam.

As pessoas surtam porque
choram,
escondem,
cobrem.

As pessoas surtam porque
não deletam,
se importam,
acreditam.

As pessoas não vivem.
Vegetam.
E é por isso que as pessoas surtam.

domingo, 17 de fevereiro de 2013

Eu gosto de pessoas (Camila de Jesus)

Eu gosto de pessoas.
Sim, a afirmação é esta mesmo.
Eu gosto de pessoas. Seria simples se ela parasse por aqui, mas não. Esse gostar tem um porém...
Eu gosto de pessoas que gostam de pessoas, que valorizam os momentos, pq eles são importantes e não pq tem que viver.
Eu gosto de pessoas que gostam de pessoas, que são simples, que pararam por ali, que não puderam realizar mais.
Eu não gosto de pessoas que tem um sorriso no rosto pra tentar afirmar aquilo que nao acreditam, que nao valorizam, que não gostam.
Eu gosto de pessoas finas, educadas, desencanadas, mas nada isso valerá se nao tiver simplicidade.
Eu gosto de pessoas que respeitam a todos e não somente os melhores amigos, o grupo de convivencia ou aqueles que estao no mesmo nivel social, hierarquico, academico, financeiro.
Eu gosto de pessoas sinceras, acima de tudo consigo mesmas.

Eu me baseio nas pessoas que eu conheço pra falar das pessoas de quem eu gosto. 
Pois bem, são das pessoas que eu gosto.
Mas eu também não gosto das pessoas.
Sim, a afirmação é esta mesmo....

quarta-feira, 28 de novembro de 2012

Precisamos (Camila de Jesus)

O que precisamos as vezes é do olhar, carregado de palavras.
Do formato da mão, quando pega, quando toca,
E da compreensão do que estamos sentindo.

Precisamos às vezes,
Do calor do corpo, quando encosta, quando se entrega
Do barulho do silêncio.

Precisamos da melodia daquela música.
Daquele texto, daquela pessoa.
Do, inesperado, toque do telefone...

Precisamos daquele alguém
que mesmo quando não diz nada,
acaba falando tudo.

segunda-feira, 15 de outubro de 2012

Professorar (Camila de Jesus)

Parabéns aos Professores, meus colegas de profissão.
Ação bonita,
que não é pra qualquer um,
em qualquer momento
ou por qualquer motivo.

Parabéns aos Professores,
que conhecem os desafios do dia a dia,
da semana a semana,
do mês a mês,
do bimestre ao bimestre,
do semestre ao semestre,
do ano a ano
e da vida à VIDA!

Parabéns aos Professores,
com quem trabalhei,
convivo,
e aprendi tanto quanto
a escola me ensinou.

Parabéns aos Professores,
com quem aprendi,
questionei,
e aprendi que PROFESSORAR,
não é aprendido como se deve fazer,
mas como se amar para poder aprender,
em todos os momentos,
o que é PROFESSORAR.

Parabéns aos Professores...
seguido de reticências,
pois não há melhor pontuação
que consiga expressar melhor
a amplitude desta Profissão.

segunda-feira, 1 de outubro de 2012

sábado, 11 de agosto de 2012

Confissão

Tá... vou começar..
Sim, eu sou invejosa!
Vejo as coisas e penso: "porque com fulano e não comigo?!"
Passo pelas coias e penso: "podia ser comigo..."
Mas e quem não é?
Talvez eu seja diferente de todo mundo, pensando assim, agindo assim, imaginando assim...
Talvez eu seja igual a todo mundo, pensando assim, agindo assim, imaginando assim...
Prefiro acreditar que tudo tem a hora certa, o momento certo, o lugar certo, com o alguém certo.
Prefiro acreditar que ser invejosa, assim como eu, é um estímulo...
Prefiro acreditar que a minha inveja não machuca ninguém, pois não machuca mesmo.
E continuo a acreditar que assim como eu penso, tem alguém que pensa também, alguém que se pergunta também...
No final das contas, somos todos iguais, todos capazes, todos infuenciados e influenciadores...
Somos todos nós de um jeitinho diferente.
Somos aquilo que nos tornamos, com todas as pessoas que nos influenciam, para o bem ou para o mal, cabe-nos na singularidade, saber o que faremos para não ofender, não machucar, não maltratar.
Cabe a nós, sermos nós.

domingo, 1 de julho de 2012

Podia?! (Camila de Jesus)

A gente podia ter o poder de eternizar as coisas.
Tipo um congelamento dos momentos.
Fotografar e poder voltar no tempo e viver de novo e novamente, dias que nunca deveriam ter acabado.

A gente podia ter o poder de mudar a posição das fotografias.
Tipo, tirar aquela mão daquela posição ou chegar um pouquinho pra lá... sem o uso do photoshop...

A gente podia ter o poder de auto transportar.
Estar no lugar em que queremos na hora que estamos pensando.

As coisas podiam ser perfeitas, do jeito que pensamos ser melhor pra nós.
Podiam existir somente quem nos faz bem, quem nos ama, quem nos gosta...

Pessoas deviam ser eternas,
não morrer quando estão vivas,
permacerem vivas, mesmo quando morrem.

A gente podia ter o poder de eternizar.
Mas se tivessemos esse poder, a gente não teria vontade.

A gente podia ter o poder... podia?!

terça-feira, 19 de junho de 2012

Instinto do Hoje - I (Camila de Jesus)

Você se odeia?!
Já se odiou?!
Fez algo que os outros não gostam, não curtem ou não aprovam?!
Se alguma de suas respostas (ou todas elas) foi "Não", pare e pense um pouquinho
Crianças: quem é que gosta de ve-las, correndo, gritando, fazendo birra??? Eu não gosto. E nem por isso as odeio ou detesto. Só não gosto... um instinto natural do hoje.
Adolescentes: Gritam, ouvem músicas no ultimo volume, julgam saber de tudo... você gosta? Nem eu e mais uma vez, nem por isso eu odeio ou detesto. Só não gosto... outro instinto natural do hoje. 
Idosos: Não escutam direito, não andam rápido, acham que muita coisa é sem necessidade... Você gosta? Nem eu... instinto natural do hoje.
Olhe-se no espelho. Aquele objeto que tem na sua casa, ou em algum lugar por ai...
Você nasceu do jeito que é hoje?
Você foi criança?
Você foi adolescente?
Foi, ou é, idoso?
Bom, se alguma de suas respostas para essas perguntas foi "Sim", ta na hora de você aprender a respeitar a faixa etária dos outros, pois assim como você precisou, eles precisam passar por isso para se tornarem eles. E assim terem a tal da Autonomia que nós tanto falamos.

segunda-feira, 18 de junho de 2012

Só por amar... (Camila de Jesus)

Eu quero expressar tudo o que ficou guardado aqui, no dia de hoje.
Um choro que por muito tempo não chegava aos olhos... talvez por estar iludida demais.
Um olhar que por muito tempo enxergava o que não existia... talvez por querer enxergar o que nao existe.
Um sentimento que é julgado como errado... nem sei por qual motivo.
Um sonho. Que é meu, mas que não depende só de mim... que por este motivo me fez ficar assim...
Eu tomo muito cuidado com as minhas palavras, pois sei o quanto elas tem o poder de machucar os outros.
Eu tomo muito cuidado com o meu olhar, pois sei a intimidação do ser algúem que eu posso comprimir no outro.
Eu tomo muito cuidado com os outros e esqueço de mim. Mas é por amar. Só por amar!
Queria respeito, por aquilo que acredito, que gosto e que desejo pra mim.
Queria respeito pelo MEU sonho.
Tento respeitar o sonho de cada um, mesmo que eu não acredite, e até ajudo a realizar, afinal, pode ser que eu esteja errada.
E é so por amar... só por amar!

segunda-feira, 21 de maio de 2012

O que aconteceu? (Camila de Jesus)

E quando te perguntarem o que foi que aconteceu, responda.
Responda que o dia nao foi bom,
Que a comida estava ruim,
Que pisaram no se pé no ônibus.

Grite, estravasse, fale.
Gesticule, olhe, admire.
Ouça, ensine, aprenda.

Quando te perguntarem o que foi que aconteceu, obedeça.
Olhe nos olhos, procure entender.
Ensine enquanto estiver ouvindo.
Aprenda, enquanto estiver falando.

Ria, gargalhe, chore.
Observe, abrace, sinta.
Abaixe a cabeça, erga o coração.

Quando te perguntarem o que aconteceu, avalie.
Relembre as coisas que viveu, os momentos que passou.
Volte no tempo, acompanhada pelo seu travesseiro
E pela música que está tocando na vitrola.

Sinta, respire, suspire.
Viaje, interiorize, vivencie.
Aconchegue, sentimentalize, liberte.

Quanto te perguntarem o que aconteceu, pense.
Deixe o pensamento te levar,
Mude de ideia,
Fuja do foco, da pergunta.

Pense.

sexta-feira, 27 de abril de 2012

Mulheres (Camila de Jesus)

Mulheres tem a tenra mania de discutir pelo que não está em pauta.
Começam discutindo A. Falam do B, do C, do D e vão até onde o alfabeto termina...
Loucura?!
Acho que é justamente o fato de enxergarem além daquilo que os olhos podem ver.
Sim, sim... os homens também possuem isso, mas de outra maneira, a qual eu não sei explicar: não sou homem.
Sei que mulheres, querem receber EXATAMENTE aquilo que oferecem aos seus homens.
Querem ter EXATAMENTE aquilo que sonham.
Desejam estar EXATAMENTE do jeito que são sonhadas.
Porém, a vida não é assim...
Não recebemos tudo o que oferecemos (para/de quem oferecemos);
Não temos tudo o que sonhamos;
Mas desejamos fazer tudo aquilo que sonham conosco.
Talvez ai esteja o nosso erro, pensar sempre nos outros e nos deixar para tras.
Talvez seja por isso que a mulher seja o "objeto" mais traido.
Talvez isso seja a lição que tenhamos que aprender.
Que a vida de cada um, deve ser vivida por cada um. E o outro... qualquer outro, deve contribuir, e não ser o personagem principal da história da vida da mulher.

Mulheres tem a tenra mania de discutir pelo que não está em pauta...
Acho que é justamente o fato de serem mulheres e não se importarem com que os outros pensam sobre os seus pensamentos...

quinta-feira, 19 de abril de 2012

Falar no Sarau... (Camila de Jesus)

Como é que a gente escolhe algo para falar no Sarau?!
De onde vem a inspiração para dizer aquilo que dizemos?
Onde está o nosso pensamento quando as palavras estão saindo da nossa boca?
Onde estava o nosso pensamento quando estavamos escrevendo tudo aquilo?
E qual foi o motivo que fez com que colocassemos no papel?
No que as pessoas pensam quando estamos declamando?
O jeito de falar, de gesticular, de ler
A maneira de olhar
O jeitinho de tremer
Pr'onde olhar?
Talvez não tenha jeito,
Não tenha receita,
Não tenha maneira correta...
Mas talvez seja dessa maneira, essa maneira que cada um criou pra expressar aquilo que escolheu pra falar no Sarau.

Primordial (Camila de Jesus)

As pessoas insistem em querer ficar mais altas pelo grau de instrução que tem.
Tipo... quererem estar "por cima da carne seca"... Mesmo quando não dizem.
Costumam dizer, afirmar, contar e repetir (o tempo todo) o que são pela formação que tem: a minha graduação isso, minha pós aquilo, meu mestrado aquilo outro... Muitas vezes pra impressionar.
Algumas... são só algumas.
Algumas, e só algumas, não assumem seu erros, quando alguém de menor conhecimento adquirido, aparece a sua frente, ou ao seu lado, a olha nos olhos e diz: "Falando de conceitos, você está errada!"
Isso para elas, se torna uma facada no peito.
Humildade?! Coisa pra rir quando encontramos gente assim.
Elas não se permitem ter a cabeça aberta, pois algumas, somente algumas, fecham as suas mentes achando que são mais que uns ou outros pelo grau de instrução que tem.
A vida ensina.
A faculdade dá o diploma.
Conversar, as vezes engana.
Olhar nos olhos, intimida.
Não importa se você é Junior, Pleno, Senior.
Auxiliar, Assistente, Coordenador, Gerente, Diretor, Supervisor, DONO.
Foda-se você com seu achismo de achar que é mais que eu, que ele, que ela.
Foda-se você em querer argumentar, coisas das quais é diplomado... no papel.
Foda-se você que de tão inteligente, a primeira e mais importante coisa que deveria ter aprendido em todos os níveis academicos da sua vida é que o respeito, a qualquer um, a qualquer classe, a qualquer pessoa, a qualquer... é primordial.